Entenda como a escolha dos alimentos pode interferir no bem-estar bucal e na prevenção de doenças.

Outubro de 2020 – No próximo dia 25 é celebrado o Dia Nacional da Saúde Bucal, uma data especial para conscientizar a população sobre a importância da higiene da boca. Os hábitos alimentares adquiridos ao longo da vida podem ser um dos maiores benefícios para desenvolver uma boa higiene oral.

Garantir que os cuidados estejam em dia é muito importante para que a saúde em geral funcione em harmonia. A escolha dos alimentos ingeridos também faz parte desse processo e pode fazer a diferença para o desenvolvimento do organismo, uma vez que a cavidade oral é o principal meio de contato com o ambiente externo. “A língua tem o poder de reconhecer todos os gostos básicos do paladar humano, como o doce, salgado, azedo, amargo e umami, levando a informação decodificada pelas papilas ao cérebro, proporcionando uma sensação específica”, explica a nutricionista do Comitê Umami, Mariana Rosa.

Alimentos ricos em açúcar devem ser consumidos com moderação, pois podem prejudicar as defesas do dente e contribuir para a proliferação de bactérias nocivas para a boca. Por outro lado, existem alimentos que oferecerem maior atividade combativa às vulnerabilidades orais. Mariana ressalta que ingredientes que conferem o gosto umami, como tomate, carnes e cogumelos, além de nutritivos, promovem aumento de salivação o que favorece a higiene oral. “Essa peculiaridade exerce a função de espalhar os elementos que conferem os gostos por toda a cavidade bucal e também auxilia na deglutição”, complementa.

Portanto, prestar atenção no cardápio do dia a dia é fundamental para preservar a saúde bucal, além de lembrar sempre de manter a higiene recomendada pelos dentistas. De acordo com a Associação Brasileira de Odontologia, é crucial o uso do fio dental e da escova de dentes diariamente após as refeições. Visitar periodicamente o dentista para garantir a limpeza dentária e evitar a formação de placas bacterianas também é essencial para que a saúde oral esteja em dia.

UMAMI
É o quinto gosto básico do paladar humano, descoberto em 1908 pelo cientista japonês Kikunae Ikeda. Foi reconhecido cientificamente no ano 2000, quando pesquisadores da Universidade de Miami constataram a existência de receptores específicos para este gosto nas papilas gustativas. O aminoácido ácido glutâmico e os nucleotídeos inosinato e guanilato são as principais substâncias umami. As duas principais características do umami são o aumento da salivação e a continuidade do gosto por alguns minutos após a ingestão do alimento. Para saber mais, acesse www.portalumami.com.br e acompanhe também pelas redes sociais facebook.com/ogostoumami e instagram.com/ogostoumami.

INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA
Race Comunicação
(11) 2548-0720 / 2894-5607
Evelyn Spada, Ana Luiza e Wilson Barros
umamiteam@agenciarace.com.br