Separamos algumas sugestões de pratos típicos regionais para celebrar o Dia do Turista. Saiba mais.

 

Junho de 2020 – Ficar em casa incentivou alguns a aperfeiçoar suas habilidades culinárias, enquanto outros abriram livros de receitas pela primeira vez. Quando o papo é gastronomia, sabemos que todo mundo gosta de experimentar novos sabores. E para proporcionar algumas inspirações na cozinha, a chef e nutricionista do Comitê Umami, Lisiane Miura separou algumas dicas para comemorar o Dia do Turista, celebrado no próximo dia 13.

Lisiane afirma que nada melhor do que usar a culinária para aliviar a saudade. “Para quem quer recordar bons momentos das viagens e da gastronomia brasileira, essa é a hora de colocar a mão na massa e escolher o prato típico da sua região favorita. Preparar uma refeição tem o poder de causar sensações de conforto e bem-estar durante esse período de isolamento . Para matar um pouco a saudade de viajar e relembrar todas essas delícias, vale a pena recriar alguns desses pratos em casa”, recomenda a chef .

O Brasil é um grande centro gastronômico, e apesar de cada local ter suas particularidades, os pratos típicos conquistam diversos paladares. Lisiane explica que isso acontece porque os brasileiros utilizam muitos alimentos que conferem o gosto umami, quinto gosto básico do paladar humano, nas receitas. “Tomates, queijos, milhos e carnes são alguns exemplos e podem ser percebidos por meio do aumento da salivação. Muitas vezes esses ingredientes são utilizados nas receitas para acentuar e prolongar o gosto na boca, deixando os pratos ainda mais saborosos”, ressalta Lisiane.

Confira os pratos típicos e viaje pelos Estados do Pará, Pernambuco, Goiás, São Paulo e Rio Grande do Sul sem sair de casa:

Pará
No Pará, muito pratos são preparados com frutos do mar como, por exemplo, o camarão, que possui um alto teor de umami. “Para quem quer matar a saudade desse lugar que é dono de belas praias e riquezas culturais, pode preparar um delicioso Tacacá, um prato de origem indígena muito conhecido no país inteiro. O prato paraense é um caldo quente feito com bastante pimenta, tucupi, goma de tapioca, folhas de jambu refogadas e camarão “, indica a chef.

Pernambuco
Para quem optar pela região Nordeste, a especialista sugere o saboroso Cozido Pernambucano. “Ao preparar a receita com amor, você é capaz de criar o seu tempero ao lembrar dos momentos que passou naquela viagem especial. Em Pernambuco, o tradicional cozido pode ser preparado com acém ou ossobuco, é um prato colorido com batatas, cenouras e milhos”, destaca Lisiane.

Goiás
Para quem quer se sentir na região central do Brasil, já pode anotar na lista de compras os ingredientes para preparar o Peixe na Telha, um prato que faz muito sucesso em Goiás. “É uma receita simples e leve que lembra comida caseira preparada pela mãe ou pela avó”, comenta a chef. Esse prato geralmente é feito com peixe de água doce, de couro (não possui escamas) e em postas, como o pintado ou surubim.

São Paulo
Descendo mais um pouco no mapa, na cidade de São Paulo, um prato recomendado por Lisiane é o Virado à Paulista. “A terra da garoa oferece muitas opções gastronômicas e, às vezes, a tradicional culinária fica perdida. É muito comum encontrar o virado às segundas-feiras nos restaurantes, ele traz alimentos umami, como a carne e a linguiça, que deixam a elaboração ainda mais saborosa”, ressalta a nutricionista.

Rio Grande do Sul
No Rio do Grande do Sul, a carne não pode faltar. Mas para não precisar de uma churrasqueira, Lisiane indica o preparo de um saboroso Arroz Carreteiro. “O preparo é simples: arroz cozido com pedaços de charque picados. Diversos pratos gaúchos são ricos em umami e é possível sentir o quinto gosto em todas as carnes, por meio do aumento da salivação, permitindo que o prato fique com aquele gostinho de quero mais”, finaliza.

UMAMI
É o quinto gosto básico do paladar humano, descoberto em 1908 pelo cientista japonês Kikunae Ikeda. Foi reconhecido cientificamente no ano 2000, quando pesquisadores da Universidade de Miami constataram a existência de receptores específicos para este gosto nas papilas gustativas. O aminoácido ácido glutâmico e os nucleotídeos inosinato e guanilato são as principais substâncias umami. As duas principais características do umami são o aumento da salivação e a continuidade do gosto por alguns minutos após a ingestão do alimento. Para saber mais, acesse www.portalumami.com.br e acompanhe também pelas redes sociais facebook.com/ogostoumami e instagram.com/ogostoumami.