A marinada geralmente é feita com uma mistura de ervas, especiarias, vegetais e alguma substância ácida, que vão realçar o sabor da comida. 

Marinar nada mais é que deixar o alimento de molho em uma mistura de temperos. Com esse processo, é possível modificar a textura e realçar o sabor da comida. A técnica é mais utilizada no preparo de diversos tipos de carne, peixes e aves, mas também pode ser usada no preparo de legumes.

A marinada geralmente é feita com uma mistura de ervas, especiarias, vegetais (como cebola, alho, cenoura e aipo) e alguma substância ácida (como vinagre, limão ou vinho, por exemplo). Você pode escolher os condimentos de sua preferência para formar o molho. Em carnes com pouca gordura, é interessante acrescentar algum óleo, de preferência azeite.

O sal até pode ser adicionado à mistura, mas não é um ingrediente obrigatório. Para quem quiser usá-lo, o ideal é não colocar na marinada, e sim colocar no final do processo, um pouco antes do cozimento.

Na verdade, um dos benefícios de marinar os alimentos é justamente reduzir a quantidade de sódio. Como a comida fica em contato com o molho por muito tempo, não há necessidade de usar uma grande quantidade de sal para que o prato fique saboroso, pois os temperos adicionados serão absorvidos e vão fazer esse trabalho.

O tempo de duração da marinada vai depender do alimento que será preparado, podendo durar de 12 até 24 horas. No caso dos legumes, esse período pode ser um pouco menor. Lembre-se de que o alimento deve ficar marinando dentro da geladeira, de preferência em um saco para marinar ou em recipientes de aço inox ou vidro.