Embora não seja recomendado, para muitas pessoas é inevitável comer fora de casa. Pedimos algumas dicas a uma especialista.

 

Balcão de self service.

Thais Cardeal, nutricionista pós-graduada em terapia nutricional e pós-graduanda em nutrição funcional, selecionou algumas orientações às pessoas que não conseguem preparar marmitas em casa e ficam reféns das refeições na rua:

– Evite rodízios ou fast foods.

– Faça escolhas inteligentes e dê preferência às opções com mais vegetais do cardápio.

– Faça pratos mais coloridos.

– Peça ou coloque sempre uma porção de folhas verdes escuras no seu prato.

– Prefira restaurantes onde você possa se servir, assim você controla a quantidade dos alimentos.

– Consuma primeiro a salada, para dar maior sensação de saciedade.

– Dê preferência aos alimentos integrais.

– Evite abusar ou misturar os carboidratos.

– Evite alimentos ricos em açúcar e carboidratos refinados (pão branco, arroz polido, biscoitos, bolachinhas ou massas). Em vez disso, prefira os alimentos ricos em fibras e substitua alimentos refinados por grãos e cereais integrais (arroz integral, milho, feijões, grão de bico).

– Mastigue bem os alimentos para garantir uma boa digestão. Alimentos fragmentados facilitam a ação das enzimas digestivas e assim são melhores absorvidos e aproveitados pelo organismo.

– Faça refeições de maneira consciente, com calma e em local tranquilo.