É a memória gustativa que nos faz apreciar ainda mais aquela comidinha que tinha lugar marcado na semana.

 

Os pratos que fazem parte da nossa infância ficam marcados tanto na memória quanto no paladar, e formam um dos conjuntos de memórias mais fortes que podemos ter.