Tomates e cogumelos lado a lado.

Muito além do prazer, proporcionado pelo seu sabor, o umami pode ser um grande aliado da sua saúde.

Novembro de 2018 – Carne, tomate, milho e cogumelo são alguns alimentos extremamente saborosos que estão presentes na alimentação da população e são ricos em glutamato, o principal aminoácido que proporciona o umami, o quinto gosto básico do paladar humano. Mas, você sabia que, além do sabor, existem diversos benefícios para incluir esses ingredientes que contêm o gosto umami em seu cardápio?

Graciela Vargas, nutricionista do Comitê Umami, explica que o umami tem um papel importante na palatabilidade de alimentos. “Ele é responsável pelo preenchimento do paladar após a ingestão do alimento, tornando a sensação mais prolongada e harmônica”, ressalta.

Além da continuidade do gosto na boca, há mais motivos que foram selecionados pela nutricionista, para você deixar as suas refeições ainda mais umami.

1 – Auxilia na aceitação alimentar
O gosto umami é responsável por uma maior palatabilidade de alimentos e dois fatores ajudam na aceitação: ele equilibra a percepção dos demais gostos fazendo com que a preparação final fique mais harmônica e proporciona aumento de salivação, facilitando a mastigação e deglutição dos alimentos. Esses fatores são importantes para os idosos que apresentam maior ressecamento bucal nesta fase da vida.

2 – É um aliado da dieta
Estudos sugerem que o consumo de preparações que contêm ingredientes umami pode auxiliar na digestão e também na seleção de alimentos ou refeições mais saudáveis. Este fato foi demonstrado quando mulheres que tinham tendência ao ganho de peso experimentaram sopas com umami antes das refeições. “Você pode testar no seu dia a dia. Tente consumir uma salada com tomates, ervilha, milho ou mesmo uma sopa ou caldo dashi (feito com alga kombu), aproximadamente 15 minutos antes da refeição principal. Haverá uma tendência em ficar mais saciado e sua digestão, que começa na boca com o aumento da salivação, irá melhorar”, sugere a nutricionista.

3 – Pode estar presente em todas as refeições
Já imaginou preparar um cardápio totalmente umami para o seu dia? A variação pode ser feita por conta dos diversos alimentos que contam com certa concentração de glutamato livre em sua composição. O milho, por exemplo, pode ser utilizado no café da manhã como bolo, pão ou mesmo cozido. O almoço e o jantar podem contar com carnes, tomates e outros vegetais.

4- Ajuda na redução de sódio
A utilização do glutamato monossódico, além de conferir o gosto umami, pode reduzir até 37% do sódio da preparação. Essa dica é interessante para todas as pessoas, já que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo médio de sódio pelos brasileiros é duas vezes maior do que o recomendado.

UMAMI

É o quinto gosto básico do paladar humano, descoberto em 1908 pelo cientista japonês Kikunae Ikeda. Foi reconhecido cientificamente no ano 2000, quando pesquisadores da Universidade de Miami constataram a existência de receptores específicos para este gosto nas papilas gustativas. O aminoácido ácido glutâmico e os nucleotídeos inosinato e guanilato são as principais substâncias umami. As duas principais características do umami são o aumento da salivação e a continuidade do gosto por alguns minutos após a ingestão do alimento. Para saber mais, acesse www.portalumami.com.br e acompanhe também pelas redes sociais facebook.com/gostoumami e instagram.com/ogostoumami.

INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA

Race Comunicação
(11) 2548-0720 / 2894-5607
Evelyn Spada, Gabriel Pedreschi e Wilson Barros
umamiteam@agenciarace.com.br