Prato, que é uma explosão de umami, foi desenvolvido por um dos 5 grandes máster ramen do Japão

Para grande parte das pessoas, quando falamos em comida japonesa, quase de imediato vem a imagem do sushi e do sashimi. Mas o leque é bem maior e tão saboroso quanto. E uma das maiores delícias, sem dúvida, é o ramen.

Veja mais: Guia do sushi
Veja mais: Como comer sushi

Ramen é um macarrão de consistência firme servido numa grande tigela com caldo denso e fumegante, acompanhado de fatias de  copa-lombo, ovo marinado, brotos de feijão e de bambu e cebolinha.

Em São Paulo, mais especificadamente no bairro da Liberdade, é possível encontrar algumas casas que oferecem esse prato tradicional. Mas, agora, uma novidade promete chegar com tudo: o novo restaurante Jojo Ramen.

Mas… se já existem tantas opções em São Paulo, por qual razão o Jojo vai inovar? Bem, o diferencial da casa foi convidar um dos cinco grandes ramen máster do Japão, para que ele pudesse ensinar e divulgar os segredos do tradicional prato.  E o convidado foi o chef Takeshi Koitani.

Ele veio até o Brasil, passou um tempo por aqui e montou o cardápio da casa. O mais interessante é que o chef baseou suas receitas no mais clássico ramen japonês, mas com ingredientes brasileiros.

“Depender do produto importado geraria um stress por causa da oferta nem sempre constante. Além disso, valorizar o produto brasileiro de procedência garantida era uma maneira de mostrar meu respeito aos produtores daqui”, afirmou o chef durante a visita ao país.

No caldo, praticamente tudo é brasileiro.  O porco, o frango caipira, o sal Mossoró do Rio Grande do Norte, até o shoyu é de fabricação nacional. No macarrão entra a tapioca, ingrediente típico brasileiro. E nos acompanhamentos também têm toque brazuca: a copa-lombo, cebolinha de boa procedência, ovo caipira e o broto de bambu.

E o melhor: o prato é totalmente umami. “O ramen é uma explosão de umami. Do caldo aos demais ingredientes. O caldo, especialmente, tem que ser profundo, denso, mas delicado. Não é à toa que os japoneses dizem que o ramen é o alimento para a alma. Ele não só sacia a fome, mas satisfaz o coração. Provoca felicidade. Nutricionalmente, é um alimento completo, pois tem todos os nutrientes que o corpo precisa. Eu, por exemplo, como ramen todos os dias quando estou no Japão. A curiosidade em conhecer novas maneiras de preparar me motiva a experimentar o ramen sempre. É uma busca constante por novas fontes de umami!”.

Para aqueles que chegaram até aqui e estão achando que o ramen é um tipo de miojo, o chef logo avisa: “Em uma palavra, são dois universos completamente diferentes. O macarrão instantâneo você faz em 3 minutos. O ramen leva até dez horas pra ser feito e é fruto de uma obsessão”, finaliza Takeshi Koitani.

Bem, agora é só esperar para saborear essa delícia, que é uma explosão umami!