Além de elevar a pressão, o excesso de sal prejudica os rins, órgãos que filtram nosso sangue. Entenda e veja como reduzir a quantidade de sal da dieta.

 

Brasileiro gosta de um bom temperinho na comida. Pimenta, dendê, cominho, orégano, coentro e muitos, muitos outros. Mas tem um, em especial, que está na lista dos mais queridos: o sal.

 

Veja também: Entenda neste vídeo como o sódio age no organismo

 

Gostamos tanto, tanto, que consumimos 2,5 vezes mais sódio (componente presente no sal) que o recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde). A quantidade ideal é 2g por dia, mas ingerimos 5g diariamente.

Só que colocar mais sal do que o recomendado não vai deixar apenas a comida salgada, vai, também, comprometer o bom funcionamento do seu corpo, inclusive o do seu rim.

Quando, o alimento que ingerimos chega ao intestino, ocorre a absorção de nutrientes, que são quebrados em moléculas e enviados para a corrente sanguínea. Se o alimento estiver muito salgado, grande quantidade de sódio irá para o sangue.

Constantemente, o sangue passa pelos rins para ser filtrado para eliminar nutrientes não benéficos e voltar purificado para o organismo. Mas, de tudo que passa pelo filtro, apenas 1% é expelido pela urina, que precisa de água para ser formada.

Porém, o sódio tem grande capacidade osmótica, “sugando” parte da água presente no sangue. Portanto, o rim não consegue se livrar desses excessos por falta de líquido para formar a urina e boa parte do sódio volta para o corpo.

E aí começa o círculo vicioso: os rins mandam essas partículas de volta para organismo, que mais tarde vão retornar e novamente não conseguirão ser eliminadas.

Nesse vai e volta, os rins passam a acumular impurezas que, aglomeradas, podem se transformar em cálculos renais.

 

Como reduzir o sal

Uma das dicas é adicionar a lista dos temperos o glutamato monossódico, ele possui 1/3 do sódio que contém no sal e ainda realça o sabor dos alimentos. Ou seja: com o glutamato a comida não fica sem graça e fica mais saudável.

Uma boa saída para quem não abre mão do paladar e da saúde, certo?

Veja se você está exagerando no sal que coloca no arroz e no feijão!